5 de mai de 2015

Um tempinho sem tecnologias

    Sim! Faz muito tempo que não apareço por aqui... Nossa, o último post foi em janeiro!! Mas, a correria as vezes atrapalha um pouco, não consegui me organizar ainda (sim, psicólogas também tem dificuldades!rs) e sou muito mais adepta à mais qualidade do que à quantidade.

    Desculpas e esclarecimentos feitos, vamos ao assunto! No ultimo post falei da quantidade de tecnologia que estamos usando com nossas crianças, as consequências que isto pode causar e no final comentei que existem diversas brincadeiras e situações que podemos utilizar para brincar, distrair, estimular, acompanhar os pequenos.

    Hoje eu trago algumas ideias práticas e fáceis para utilizarem durante algumas situações, onde vocês também possam curtir um tempinho junto com eles e

14 de jan de 2015

Quanta tecnologia!

    Não é de hoje que falo sobre a importância de brincar. O brincar traz crescimento, atua no desenvolvimento da criança, trazendo novas habilidades e capacidades a cada descoberta durante uma atividade.

    Na rotina que a maioria dos pais têm hoje, muitos argumentam que não sobra tempo (e energia!) no final do dia para brincar com os pequenos... E é de se entender muito bem, pois a sociedade hoje está em um ritmo mega acelerado, não é?! Existem vários projetos, filosofias de vida, ideias que estão trabalhando para ir contra essa velocidade e cobrança toda, mas é ela quem reina no dia a dia da maioria de nós. E com essa velocidade toda, também surgiram os avanços da tecnologia, com os aparelhos eletrônicos cada dia mais usados entre todas as idades. Desde os mais novinhos, de 1, 2 ou 3 anos, até nossos avós, estão se familiarizando com o uso dos touch, aplicativos, internet e demais ferramentas.
     
    Penso que isso é muito bom olhando como desenvolvimento científico, econômico ou o que mais envolva, mas... e quanto ao NOSSO desenvolvimento? Como será que este se desenrola diante de tantas novidades?

19 de dez de 2014

Um post diferente

    Já estamos em Dezembro, mês de festas e clima de férias (nem que sejam bem curtinhas!). Momento cheio de confraternizações, um clima gostoso, em que fazemos as promessas e os planos para o próximo ano. Claro que nem todos gostam, tem aqueles que não são muito de festas nesta época, que preferem ficar sozinhos, na intimidade... 

    Mas de uma forma ou de outra, é final de ano e um novo ciclo começa, não é?

    Queria fazer o último post do ano (sim, porque semana que vem já estou de mini férias!) não só desejando um Feliz Natal e um maravilhoso Ano Novo, mas deixando uma mensagem bacana. Já estava há alguns dias pesquisando, pensando, tentando escrever... Até que descobri um blog muito legal.
    Não só os posts, mas a história da autora também é motivadora. Uma mulher que mudou totalmente de vida e resolveu tocar um projeto pessoal: Fêliz com a vida . Muitos podem achar piegas ou clichê, mas este blog achei interessante, diferente, escrito de maneira gostosa de ler... Uma pessoa totalmente fora da área da psicologia, desenvolvimento humano ou algo parecido que resolveu tocar um projeto pessoal, baseado em pesquisas e experiências dentro deste assunto e que, provavelmente, está ajudando muitas pessoas. Digo isso porque seus posts já foram utilizados em várias revistas e sites renomados, dentro da área humana ou de negócios.  

    Não sei se vocês acreditam, mas eu sempre achei que as coisas chegam até nós no momento que deve chegar... O blog não tem muito a ver com família, filhos ou desenvolvimento infantil. Mas de certa maneira acredito que o que eu trago aqui irá influenciar nas suas relações, primeiro com você mesmo e, consequentemente, com os outros que estão a sua volta.
    De novo pode parecer clichê, mas o que deixo para vocês é:


    Vocês podem ter lido algo parecido em algum outro lugar, mas acredito que sempre existe uma frase ou até mesmo uma palavra diferente que pode dar o "click" da mudança em nós mesmos.


    Espero concretizar os planos para o próximo ano, trazendo novidades para vocês.

Nos vemos em 2015!!  Beijos e abraços a todos!

19 de nov de 2014

Cada um com seu quadrado

    Eu falei que logo eu voltava, né?  Cá estou eu!
    E para começar, ou melhor, recomeçar, vou falar um pouquinho sobre diferenças, utilizando dois exemplos que tive a oportunidade de presenciar.

    De um lado, um menino elétrico! Super ativo, brincava o tempo inteiro, quando assistia um filme era metade em pé, metade sentado. Na escola, não parava quieto dentro da sala de aula e as conversas eram constantes. Apesar disso, seu desenvolvimento era super saudável e sua aprendizagem escolar, apesar da agitação atrapalhar um pouco, era normal.

    Por outro lado, uma garotinha

14 de out de 2014

Que correria!!

    Gente, quanto tempo não apareço por aqui, não é?! 

    Quero pedir desculpas por minha ausência, mas nos últimos meses a mudança foi (e ainda está sendo) grande por aqui. Estou na reta final do casamento e junto com ele o apartamento, o artigo da pós, mais um curso de formação, mudança de emprego... Ui que correria!! Confesso que não consegui dar conta de tudo.

    Mas logo estarei de volta e, provavelmente, com novidades! Espero trocar e compartilhar novamente com todos vocês.




6 de jun de 2014

Como é bom ler!

    Acredito que todo mundo sabe que a leitura é ótima para o desenvolvimento da criança, não é mesmo? 
A título de curiosidade, em 1448 foi fundada a primeira fábrica de livros! Os primeiros livros direcionados ao público infantil surgiram no século 18, quando os autores como La Fontaine e Charles Perrault escreviam suas obras enfocando, principalmente, os contos de fadas. E em 1946 foi fundada a Câmara Brasileira do Livro, com o objetivo de desenvolver o hábito da leitura no país.
    Mas depois de tanto tempo, com a tecnologia reinando e trazendo diversos programas infantis (ou não!) na televisão, jogos no computador, aplicativos nos tablets ou smartphones, como anda esse hábito tão antigo e prazeroso? Uma pesquisa realizada no ano de 2012 mostra que o hábito da leitura caiu 9,1% em quatro anos e, apesar de reconhecer a importância da leitura para os pequenos, são poucos que tomam a responsabilidade para si.

    Pois saiba que, por meio da leitura, além de adquirir cultura, conhecimentos e valores, a criança também desenvolve a criatividade e a imaginação. Além disso, ao ler histórias

16 de abr de 2014

A escola de amanhã

    Educação, escolas, aprendizagem, desenvolvimento,... Esses são alguns dos assuntos que me prendem muito a atenção. Sempre gostei de saber como funciona, o que podemos fazer para melhorar, quais modelos e metodologias existem por ai, como será a educação em um mundo bem diferente da época do meus pais e da minha também!
    
    Um dos assuntos que a Rosely Sayão também comentou em sua palestra foi o modelo de escolas que temos hoje. Em um mundo tão globalizado, informatizado, com tantas tecnologias e acesso ao conhecimento, será que as escolas deveriam mudar a sua forma de ensinar? O modelo de sala de aula,